sábado, 20 de fevereiro de 2010

Substantivo Epiceno

No Curso Livre de Português do Instituto Universal Brasileiro, lição 4, foi ensinado o seguinte:"Substantivos epicenos são os que possuem uma única forma, tanto para o masculino quanto para o feminino. Assim, diz-se:a cobra, tanto para o macho quanto para a fêmea desse animal; da mesma forma, diz-se:o tubarão, o jacaré, a zebra, a baleia.
Para designar-se o sexo real desses animais, usam-se os adjetivos macho e fêmeo, que são pospostos ou antepostos ao substantivo.

a cobra macha - a cobra fêmea / a zebra macha - a zebra fêmea

o tubarão macho - o tubarão fêmeo / o jacaré macho - o jacaré fêmeo

Nota: Observe o aluno que nos referimos às palavras macho e fêmeo como sendo adjetivos. De fato, nesse caso essas palvras são adjetivos e como tal acompnaham o substantivo em gênero e número'.

O único gramático que defende isso é Napoleão Mendes de Almeida em sua Gramática Metódica da Língua Portuguesa.

O Professor Luiz Antonio Sacconi, em Nossa Gramática: teoria e prática,explica:"Apesar de serem adjetivos, macho e fêmea não variam em tais casos, porque se trata de uso especial de tais palavras. Não se constroi, por exemplo: a baleia macha ou o tatu fêmeo, assim como não se diz nem se escreve mulher macha.
Os autores que mandam flexionar tais palvras revelam desconhecer a mulher macho.

Tigre usa-se melhor como epiceno:o tigre macho/o tigre fêmea.

O feminino "tigresa" se aplica melhor não à fêmea do tigre, mas uma mulher excepicionalmente linda e sedutora.

7 comentários: